Gougères

thumb_IMG_8263_1024

Deliciosos “pães de queijo” da Borgonha, perfeitos para um aperitivo ou para acompanhar uma sopa. Fáceis de fazer e com consistência leve – a massa é a pâte-a-choux, a mesma dos éclairs, bombas ou carolinas, aqui em versão salgada. Importante é o queijo para se obter o sabor original – ver nota.

Continuar lendo

Anúncios

Barolo

O conhecido vinho se torna ainda melhor quando se conhece o local de origem. Nenhum dos Barolos provados desagradou, nem mesmo aqueles de produtores massificados, pelo contrário, também apresentavam aquela elegância que os caracteriza.

Continuar lendo

Vinhos …

 

Já com dois artigos sobre vinhos, um sobre harmonização com sobremesas e outro sobre os pequenos grandes vinhos de Borgonha, o LK irá também relatar sobre vinhos de grandes regiões produtoras, como resultado de visitas a essas regiões.

Conquanto o objetivo final é o de acrescentar opções para harmonizar com os pratos aqui publicados, visitas a regiões produtoras trazem uma riqueza de informações que é imprescindível se compartilhar e, por certo, será de grande interesse de muitos dos leitores.

Continuar lendo

Os Pequenos Grandes Vinhos de Borgonha

Nem só de Romanée-Conti vive Borgonha… Terra de maravilhosos tesouros como Richebourg, Grands Échézeaux, Le Montrachet e tantos outros… Borgonha também tem vinhos menores, que não deixam nada a desejar! São os “Pequenos Grandes Vinhos de Borgonha”.

Aqui o LK passa um rápido guia prático com algumas dicas de vinhos de Borgonha que são mais acessíveis, em especial no Brasil onde a alta tributação leva a preços elevados.

Continuar lendo

Dicas de Harmonização de Sobremesas e Vinhos

A sobremesa é o “gran finale” de toda refeição. Valorize as suas sobremesas acompanhando-as com um vinho bem escolhido. É prática comum na Itália e na França e muitos outros países já a estão adotando. Deixe o licor, o destilado, o café, o chá e/ou o charuto para a última etapa.

Escolher um vinho que harmonize com uma dada sobremesa pode não ser uma tarefa fácil. Há combinações clássicas como chocolate e vinho do porto, por exemplo.

Mas, para escolhê-los, é necessário conhecer bem cada um dos vinhos, seus aromas e sabores, degustá-los e lembrar-se dos detalhes dessa degustação (anotações podem ajudar muito).

Continuar lendo