Vinhos …

 

Já com dois artigos sobre vinhos, um sobre harmonização com sobremesas e outro sobre os pequenos grandes vinhos de Borgonha, o LK irá também relatar sobre vinhos de grandes regiões produtoras, como resultado de visitas a essas regiões.

Conquanto o objetivo final é o de acrescentar opções para harmonizar com os pratos aqui publicados, visitas a regiões produtoras trazem uma riqueza de informações que é imprescindível se compartilhar e, por certo, será de grande interesse de muitos dos leitores.

O assunto vinho é de grande complexidade. Há um número enorme de variáveis que tornam cada garrafa uma agradável surpresa. A safra, as uvas com que foram produzidos, como foi o ano, o terroir (solo, clima, incidencia solar e uma série de fatores que faz com que uma pequena parcela de terra produza vinhos diferentes da vizinha de, muitas vezes, algumas centenas de metros).

Apreciar um bom vinho é, antes de tudo, um grande prazer. Não se deve se deixar intimidar pela complexidade, pelo vasto conhecimento que é necessário ou pela opinião de outros – cada um tem a sua opinião, o seu gosto. É um assunto subjetivo. A melhor maneira de conhecer vinhos é os bebendo, de preferência com amigos que também apreciam. A cada garrafa, vai se lendo o rótulo, provando, conhecendo, trocando impressões e as camadas de conhecimento vão se solidificando com o tempo.

Vale também visitar regiões produtoras. O Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves RS é muito bem organizado, com excelentes visitas e degustações nos produtores locais. Há várias regiões no Chile e Argentina. O Napa Valley na Califórnia, bem como as várias regiões desse estado, é de uma beleza ímpar e muito fácil de visitar os produtores e degustar. Na Europa, há o melhor, é onde a tradiçāo se consagra. Na França, Itália, Portugal, Alemanha e vários outros países. E por aí vai.

LK

Anúncios